var s = document.getElementsByTagName('script')[0]; s.parentNode.insertBefore(lrs, s); })(); window.intercomSettings = { ... // TODO: Add any extra data you want in Intercom to your intercomSettings "avatar_set": true, "friend_count": 32, "app_id": "w1sryv7i" }

Inbound Marketing – Como a Internet mudou a forma de se fazer negócios

web60sec

A Internet mudou para sempre o modo de se fazer negócios. Transformou o relacionamento entre empresas, seus clientes e parceiros de negócios, exigindo formas inovadoras de trabalho, mais rápidas e eficientes.

Os prospects estão no controle do processo de compra – buscam informações por conta própria, por diferentes meios, e definem o seu próprio ritmo através das fases do ciclo de compra. Só querem contato com um vendedor, nos estágios finais do ciclo, quando mais de 70% do processo decisório já foi feito.

A forma de comunicação através dos canais de marketing se alterou. As empresas mais bem preparadas estão investindo em táticas de Inbound Marketing, que propiciam uma melhor relação custo/benefício.

  • É preciso descobrir os meios preferidos que seu público-alvo quer utilizar para se comunicar e se engajar. A adoção de diferentes canais tende a aumentar: dispositivos móveis, rich media (vídeos, podcasting), mídias sociais (blogs, microblogs, redes sociais). As mensagens precisam ser cada vez mais personalizadas e segmentadas, exigindo a adoção de novas táticas, recursos tecnológicos adequados e equipes preparadas;
  • É preciso preparo para saber conversar. Por quê? Porque mesmo que um prospect ache seu website e possa navegá-lo livremente, ele espera poder comprar em seus próprios termos, em um ritmo que o deixe dentro de sua área de conforto. O novo paradigma diz que os clientes não querem ser abordados agressivamente, preferem se conectar e cultivar um relacionamento com a marca. A forma mais viável é através de um conteúdo de qualidade que promova o engajamento e construa credibilidade;
  • Para conversar adequadamente, conteúdo relevante deve ser disponibilizado gratuitamente, contextualizado e otimizado. Para ter maiores chances de tornar um lead inicialmente sem qualidade em um lead qualificado, você precisa ter conteúdo de qualidade e recursos interativos para educá-lo e construir um relacionamento;
  • A estratégia de comunicação deve estar mais voltada para os meios interativos e focada na acumulação de capital de relacionamento – qualidade e profundidade – junto a seus clientes. O diferencial competitivo deve se basear nas interações e na administração das experiências dos prospects/leads/clientes com seus produtos e serviços. O foco está em fornecer soluções e serviços diferenciados. Para poder interagir produtivamente, é preciso capturar dados dos prospects para montar um perfil que possibilite entendê-los;

Para gerar receita, Marketing precisa:

  • Engajar os prospects no início do ciclo de compra, provendo informações relevantes e educando os leads, de acordo com cada estágio do ciclo de compras. Atualmente, qualquer venda começa com o Marketing;
  • Saber identificar quais são os leads maduros e nutrir os restantes, até que eles estejam prontos para decidir;
  • Ser capaz de gerar e administrar um número maior de campanhas simultâneas e multicanais, sem contratação de recursos; Fazer follow-ups mais consistentes.
  • Poder demonstrar o impacto que as ações de Marketing geram no faturamento e comprovar o ROI de cada campanha e/ou segmento de mercado para o negócio. Substituir os “soft numbers” (aberturas, cliques, # de visitas) por “hard numbers” (taxas de conversão em cada fase do ciclo de compra, receita por campanha, segmento, etc; ROI, diminuição do ciclo de compras);
  • Começar a ser percebido como centro de receita e não como centro de despesa;

Marketing e Vendas precisam trabalhar mais alinhados – Devem ser corresponsáveis pelas conversões em vendas.

Conheça os principais Sinais de desalinhamento entre Marketing e Vendas baixando nosso whitepapaper – clique aqui!

Os resultados do seu negócio dependem mais da qualidade dos leads do que da quantidade.

A geração de leads pode ser feita de diferentes formas, mas a geração de leads qualificados requer uma abordagem diferente, permitindo que a área de vendas trabalhe mais focada, lidando só com as oportunidades de maior probabilidade de conversão em vendas. O gerenciamento de leads é um processo dinâmico e interativo, que deve ser monitorado e ajustado continuamente.

O surgimento de novas mídias, as redes sociais, a micro fragmentação de audiências, a proliferação dos canais de contato com clientes, além da movimentação do poder em direção ao cliente, transformaram o trabalho de Marketing em um imenso quebra-cabeças. Administrar a área de Marketing de uma empresa é uma missão que exige mais e mais disciplina, processos e o correto uso de tecnologia. Não é mais possível improvisar, o nível de exigência é muito alto.

Ajudamos nossos clientes a crescer e prosperar, através do correto entendimento e da correta aplicação dos princípios e fundamentos do marketing, propiciando resultados mais rápidos, de forma mais fácil, com uma melhora da eficácia e produtividade.

Um sistema de Automação de Marketing e Gerenciamento de Leads proporciona aumento da taxa de retorno, muitos benefícios, baixo risco e um investimento modesto.

Saiba também como alinhar marketing e vendas em 7 passos. Clique e baixe o whitepaper!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
0 comments… add one

Leave a Comment