var s = document.getElementsByTagName('script')[0]; s.parentNode.insertBefore(lrs, s); })(); window.intercomSettings = { ... // TODO: Add any extra data you want in Intercom to your intercomSettings "avatar_set": true, "friend_count": 32, "app_id": "w1sryv7i" }

A falta de mão-de-obra capacitada no Marketing digital

A falta de mão-de-obra com capacitação no Marketing digital | Blog da Marketing2go!

Atrasados em entendimento e competências

O desempenho do marketing digital está atrelado à disponibilidade de mão-de-obra na indústria, seja em agencias, PMEs ou grandes corporações, desde o estagiário até um especialista no assunto.

Uma pesquisa conduzida nos Estados Unidos pelo Instituto de Marketing Online, em parceria com Clickz e Kelly Services, com cerca de 750 organizações que necessitam contar com talento em marketing digital, seja internamente ou através de outsourcing, denominado  “The State of Digital Marketing Talent” concluiu que o mercado está carente. Se isso está acontecendo nos Estados Unidos, no Brasil a carência deve ser muito maior. Nem entraremos no mérito da falta de visão de boa parte dos dirigentes das empresas a respeito da importância estratégica do Marketing. O estudo indica que existe uma grande lacuna entre as necessidades do mercado e a capacitação real dos indivíduos.

A indústria, as escolas e universidades, não deram foco suficiente na preparação de talentos, promovendo o conhecimento necessário em diversas áreas de marketing digital e padronizando os programas de educação necessários para preencher essas lacunas. Na verdade, a lacuna entre as competências necessária, os talentos e habilidades disponíveis está se tornando um abismo enorme dentro da indústria, afetando tanto os candidatos a emprego como os empregadores.

Problemas

As principais conclusões resultantes da pesquisa foram:

1 – Há uma lacuna crescente e generalizada em relação às necessidade de execução de marketing digital e os talentos de marketing disponíveis – uma diferença substancial entre o que os empregadores valorizam e quais talentos estão disponíveis para eles.

Embora a maioria das grandes organizações acreditem que sua equipe de marketing digital seja capacitada em algumas áreas, os seus empregados apresentam níveis medíocres em outras. Quando importância e nível de capacitação são analisados ​​em conjunto, lacunas significativas surgem em todas as áreas estudadas. É preciso considerar também que o grau de capacitação considerado pelos empregadores em todas as áreas é medido por critérios altamente subjetivos.

Há uma procura crescente de especialistas em análise, e-mail, marketing de conteúdo, marketing móvel e mídias sociais.

Nossas considerações pessoais para a realidade brasileira: no Brasil, na maioria das empresas, a alta direção sequer possui consciência ou conhecimento de quais habilidades e capacitações são necessárias para estruturar uma área de marketing digital.

2 – Os empregadores percebem pontos isolados de capacitação e habilidades e níveis de experiência –  existe a necessidade de talento em cada nível (entrada, de nível intermediário e executivo), com conhecimento e habilidades e lacunas observadas nas áreas mais cruciais.

  • As oportunidades existem em todos os níveis, mas principalmente nos níveis de entrada. Estes candidatos precisam saber demonstrar conhecimento substancial e mensurável, bem como suas capacidades para os potenciais empregadores.
  • Empresas estão carentes de profissionais no nível de entrada para o marketing de mídias sociais, gerentes de nível intermediário em marketing de conteúdo e web analytics.
  • As agências percebem lacunas particularmente fortes em áreas específicas, incluindo mobile marketing, análise e automação de marketing.

3 – A dificuldade em localizar e recrutar talentos gera falta de consistência – uma forte dependência de indicações efetuadas geram contratações com base na subjetividade, sem considerar todos os padrões da indústria ou de consistência alinhada a expectativas de desempenho. Muitas empresas recebem grandes quantidades de indicações, mas não se sentem confortáveis para avaliar e decidir sobre uma contratação. As empresas não possuem pessoal qualificado para entrevistar, avaliar currículos e comprovar se o candidato realmente possui as qualificações necessárias.

Nossas considerações pessoais: se as pessoas que decidem não têm a capacidade de avaliar, necessitam buscar auxílio fora de casa. Um cego não conduz o outro. Nesse processo, há de se vencer egos, entender limites e ter efetivamente, vontade de mudar para crescer.

4 – A indústria está repleta de oportunidades perdidas em treinamento, pois os programas de treinamento e capacitação são mal dimensionados e muitas vezes inadequados para os participantes, sendo subutilizados e impedindo retornos sobre os investimentos em marketing. Poucas utilizam uma forma de mensurar os investimentos efetuados nestes treinamentos. Em muitas, a área de RH não é envolvida para avaliar a eficácia do investimento em treinamento.

5 – Planos de avaliação de competência/capacitação são implantados de forma inconsistente, gerando frequente descontentamento. As empresas reconhecem o valor de adoção de métodos de avaliação e mensuração de competências, mas a falta de padrões para a indústria e a insuficiência de programas de iniciação colocam os empregadores em desvantagem, dificultando o crescimento na carreira ou mesmo que um empregado prove o seu valor.

Nossas considerações pessoais: a indústria deve se organizar para criar certificados de capacitação. Tudo depende do ritmo de crescimento e amadurecimento do mercado.

6 – Existe um amplo sentimento de direito de merecimento entre os jovens trabalhadores – os empregadores relatam uma atitude generalizada entre os jovens contratados de se achar no direito de serem promovidos para cargos mais altos, sem terem comprovado a geração de valor com resultados concretos. Esta atitude resulta em risco significativo de auto sabotagem da carreira e também interfere na capacidade da organização em gerar resultados.

Nossas considerações pessoais: sem a adoção de tecnologias que permitam comprovar a geração de valor de cada programa do Marketing, os profissionais ficam sem meios de comprovar de modo concreto e inquestionável o valor que geram. Adote um sistema de automação de marketing e saia do círculo vicioso.

7 – Atualmente existe a necessidade de educação contínua dos talentos digitais, que seja feita de forma mensurável e precisa. Os programas são extremamente necessários, mas poucas organizações implementam formalmente programas de formação. A indústria precisa disponibilizar cursos de e-Learning on demand, workshops presenciais ou treinamentos customizados.

Nossas considerações pessoais: Não basta estarem conscientes da necessidade. É preciso ir além, implantar programas de certificação e entender de uma vez por todas que a tecnologia impacta diretamente os processos de Marketing. Sem ela não há Marketing.

As empresas que se comprometem a investir em programas adequados de desenvolvimento de talentos com educação efetiva, padrões de mensuração do aprendizado, treinamento focado e adoção de práticas de contratação adequadas, serão as que terão vantagem competitiva no mercado e atingirão os resultados de negócios desejados.

Para as agências isso se traduz em ganhar mais ofertas e aumentar as taxas de retenção de clientes.

Para as grandes empresas significa grande expansão e compartilhar os ganhos de mercado que normalmente desperdiçariam muitos recursos em publicidade sem resultados.

Para as empresas de pequeno porte significa passar da sobrevivência para prosperidade.

E, finalmente, para o candidato a um emprego significa a obtenção de um trabalho altamente remunerado, gratificante e com diversas oportunidades emocionantes.

O que sua empresa está fazendo para se preparar? Como espera implantar ferramentas de marketing digital imprescindíveis para se manter competitiva, sem ter uma equipe capacitada em todas as áreas do marketing digital?

Consulte a marketing2go para discutirmos as alternativas que sua empresa tem para enfrentar estes desafios.

CONTEÚDOS QUE PODEM LHE INTERESSAR:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
0 comments… add one

Leave a Comment