var s = document.getElementsByTagName('script')[0]; s.parentNode.insertBefore(lrs, s); })(); window.intercomSettings = { ... // TODO: Add any extra data you want in Intercom to your intercomSettings "avatar_set": true, "friend_count": 32, "app_id": "w1sryv7i" }

Automação de Marketing para franqueadores

marketing de franquias

Se você é um franqueador e está precisando ou querendo atrair mais interessados em adquirir uma franquia do seu negócio, ler esse post é uma grande oportunidade de entender como conseguir.

Combinar o conceito de Inbound Marketing com um SAM – Sistema de Automação de Marketing é sempre uma boa opção.

Inbound Marketing pressupõe que os interessados estão procurando por informações –  interessados que estão “fora do seu radar”, mais precisamente. Eles estão aí, na rede, procurando, mas você ainda não sabe. Não os conhece. Para que possam ser engajados e entrar em contato com sua marca e negócio, é preciso disponibilizar conteúdo. Muito conteúdo. Sempre.

"Franqueador: Click To Tweet

Atração – qualquer conteúdo?

Não, obviamente. Conteúdo que seja atraente para esse público. Conteúdo útil, que o ajude a tomar uma decisão (preferencialmente, a de adquirir sua franquia). Conteúdo que seja único, que o envolva.

A ideia toda é gerar novos interessados em sua franquia, portanto, é bom que você esteja presente na web e nas redes sociais que esse público frequenta.  Na web, com um site decente, centrado em conteúdo sob medida para esse público. Sem blábláblá institucional / corporativo.

De preferência, com um blog ativo, contando das experiências dos seus atuais franqueados, das inovações que seu negócio trouxe ao mercado de franquias, das histórias de sucesso, dos desafios, das rotinas, enfim, você entendeu. Mostre o lado business e mixe com o lado humano.

Você não precisa de um SAM para blogar, escrever e distribuir conteúdo e melhorar sua posição de busca no Google ou em outros motores, mas alguns SAMs te ajudam a fazer isso com maestria. Já é um grande começo.

Conversão – começando a brincadeira

Depois de começar a gerar tráfego para o site, é importante saber converter os visitantes anônimos em leads identificados, para poder entrar em contato diretamente. Um SAM permite:

  • Criar facilmente landing pages e formulários;
  • Obter informações detalhadas sobre os leads;
  • Saber quem está visitando o website;
  • Rastrear e entender toda a jornada do comprador;

Este último item é particularmente importante, uma vez que pode dar pistas de que tipo de conteúdo está sendo buscado, qual o fluxo de navegação mais comum no seu website ou blog: pontos de vazamento e de engajamento, enfim, um verdadeiro montante de insights que o ajudarão a melhorar ainda mais o conteúdo disponibilizado, além de melhorar a taxa de conversão em cada ponto específico.

O lado do franqueador

O controle sobre branding e sobre as campanhas é um desejo comum entre os franqueadores. Por praticidade e visando manter a uniformidade da mensagem e da marca, são propostas campanhas integradas.

Com um SAM, pode-se programar disparos de e-mail Marketing centralizados, deixando para que as franquias locais ou representantes de vendas diretas possam refinar essa informação localmente.

É possível extrair relatórios sobre campanhas de toda a rede de franquias, com diversas segmentações. Um SAM coleta automaticamente dados valiosos – informações de clientes e prospects, histórico de compras, promoções especiais e muito mais, e também pode ser utilizado para disparar campanhas direcionadas e automatizadas de acordo com os dados recolhidos.

Tudo isso pode ser utilizado para campanhas institucionais, mantendo a mensagem que a marca pretende passar a seu público, sem interferir nos mercados locais.

O lado do franqueado

Marketing para franquias pode ser complicado. O franqueador tem planos específicos, mas os franqueados muitas vezes sentem que eles normalmente não produzem resultados dentro de suas expectativas.

Embora os prospects possam encontrar o site do master franchiser, esses mesmos prospects preferem receber informação personalizada sobre a franquia local. É fácil entender: nem tudo o que está escrito pode ser igual, no pensamento do consumidor. E se não for? Melhor falar com o dono DAQUELA franquia, diretamente.

Apesar de parecer nonsense (já que uma franquia é para ser padrão, ou seja, oferecer qualquer serviço ou produto, da mesma forma, aqui ou na China), isso acontece, e muito.

Portanto, a criação de websites individuais para suas franquias locais ou distribuidores irá ajudar uma franquia a ser encontrada por mais pessoas.

Se a estratégia for executada com primazia, haverá ampliação no raio de alcance do público e o topo do funil de vendas vai aumentar (alargar, na verdade), através do tráfego que não estava sendo recebido previamente de motores de busca, blogs e mídias sociais.

Podem ser pessoas que nunca ouviram falar da marca, mas agora têm a oportunidade de encontrá-la.

Portanto, o que os franqueados procuram são programas de Marketing locais – esforços customizados que atraiam leads locais diretamente para os seus negócios.

Cada franqueado deveria poder estar nas mídias sociais separadamente:  além de ajudar na interação com o público, permite a construção de relacionamentos e lealdade com prospects em seus mercados locais.

Plataformas de automação de Marketing permitem que os proprietários de franquias também se envolvam no Marketing local, gerando suas próprias receitas. Algumas possuem uma variedade de ferramentas que ajudam a atrair clientes da rua para os seus negócios. E podem incluir:

  • Websites exclusivos para franqueados – permite adicionar um toque local, mantendo os padrões de comunicação, onde poderá disponibilizar promoções exclusivas e propostas de valor que só ele tenha a oferecer;
  • Canais de mídia social – permite um relacionamento exclusivo com o “mercado social local”, além da postagem atualizações automáticas;
  • Landing Pages e microsites – o franqueado pode ofertar algo especial/específico que outros franqueados não estejam. Pode se usar ferramentas que criam Landing Pages otimizadas junto aos mecanismos de busca, para cada uma das ofertas. Tudo isso seguindo os padrões estabelecidos pela marca;

A maioria dos franqueadores impedem ou evitam que os franqueados executem Marketing de forma local, por se preocuparem com a integridade da marca.

Com um Sistema de Automação de Marketing, a gestão da marca não será mais um desafio. A ferramenta oferece armazenamento baseado na web para todos os elementos da marca: logos, cores corporativas, rodapés e muito mais. Isso, juntamente com a ferramenta de criação baseada em templates/modelos, garante que apenas os elementos corretos sejam usados, e que eles sejam usados de forma adequada.

Essas ferramentas garantem também a possibilidade do franqueador ditar o que pode ou não ser editado tendo assim o controle completo sobre a marca. Ao mesmo tempo, permite que os franqueados tenham acesso controlado para que possam editar os materiais de Marketing e dar aquele toque pessoal e sensação local.

Também permite aos franqueados gerarem os materiais que precisam, on-demand, sem depender do departamento de Marketing do franqueador.

Um Sistema de Automação de Marketing cria uma situação vantajosa para o franqueado e franqueador, injetando transparência no Marketing de franquia.

Ele permite aos franqueados incluírem aquele elemento local muito necessário, ajudando-os a atrair mais leads e gerar mais receita de vendas, e ao franqueador manterem o controle sobre os elementos centrais do programa de Marketing.

Vantagens para o franqueador

  A utilização de um Sistema de Automação de Marketing permite ao franqueador:

  • Exercer mais influência sobre o que os franqueados estão fazendo – gastos com publicidade, marca / mensagens, bem como com a gestão da reputação, práticas de negócios e gestão de relacionamento com clientes são as cinco áreas onde os franqueadores mais controlam;
  • Obter mais insights sobre rede de franqueados – Entender que esforços locais estão dando melhores resultados e replicar isso para a franquia;
  • Conseguir aumentar a adoção das melhores práticas – a falta da adoção das melhores práticas prejudica o alcance dos principais objetivos dos franqueadores –  aumentar as receitas da rede, melhorar a satisfação do franqueado e expandir a franquia.

CONTEÚDOS QUE PODEM LHE INTERESSAR:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
0 comments… add one

Leave a Comment